domingo, 4 de setembro de 2016

Mônica - Resenha

Mônica
Autor: Wagner RMS
Ano: 2015 
Páginas: 146
Editora: Memento Futura

Sinopse:
"Mônica era uma moça ingênua, sensível e muito inteligente, com todos os anseios e sonhos de uma jovem de sua idade na década de 70, quando ela se envolveu, quase acidentalmente, com assuntos considerados ameaçadores no período do regime militar brasileiro, e como consequência inesperada, acabou sendo torturada e morta. Entretanto, uma força além de nossa compreensão a trouxe de volta, mas no berço errado, e isso fez dela o que ela é hoje: uma arma, clássica, bela e terrível, um trunfo no jogo dos poderes políticos do Brasil e do mundo, percorrendo uma trilha longe do conhecimento público. Assim como todos nós, Mônica vive no fio da navalha entre sua humanidade e seus instintos, sua sensibilidade e toda a maldade que há em sua natureza. Só que no caso desta velha mulher, presa em um corpo jovem que não se curva ao tempo, e movida agora por alguns anseios estranhos à humanidade, um desequilíbrio significa violência, brutalidade e morte! Esta é a história da brasileira Mônica, hoje uma forjada e perigosa agente federal, que descobre a amizade e o amor verdadeiros, mas que, apesar de tão sedutora e poderosa, vê a si mesma como um monstro, e precisa decidir se deve ou não se permitir amar novamente".


Olá leitores!
Como apresentado na sinopse, a Mônica foi morta  e voltou à vida, sendo transformada em um ser da escuridão. Com alguns poderes que fazem dela, uma criatura imortal e capaz de influenciar as atitudes das pessoas que a olhavam ou ouviam sua voz inquietante e hipnotizadora. 
A Mônica Deveraux, é uma agente  que faz parte de uma organização secreta do governo Brasileiro, uma mulher absurdamente sex, corpo escultural e que apesar de sua aparência jovial, está viva à 69 anos... 

"Mônica retocou o batom rubro, sanguíneo, de um vermelho elegante, mas ardente, que casava com sua boca como a calda de chocolate adere e realça o gosto do morango."

A sua imortalidade e seus dons sobrenaturais, fazem com que ela seja o diferencial para os "Dragões Vermelhos", e os líderes dessa organização a usam como uma poderosa arma nas investigações.

O livro é narrado em terceira pessoa, e revela em sua trama o resultado de uma operação realizada pelos dragões vermelhos, que terminou em carnificina... Tendo como agentes principais a Mônica e o agente Weltmam.

A agente Mônica disfarçada, infiltra-se, em meio aos inimigos... um grupo comandado por políticos extremamente corruptos que estavam por trás de propinas de milhões de dólares para a criação de softwares que gerenciariam as urnas eletrônicas nas próximas eleições...
E eu fico imaginando o quanto isso parece estar presente na nossa realidade atual... :/


O Wagner escreve de uma forma muito inteligente, com uma riqueza de vocabulário incrível, porém de forma simples inserindo em alguns momentos elementos de linguagem coloquial, e isso torna a leitura fluída.
O livro tem poucas páginas e acabamos ficando tão presos à leitura, que quando percebemos já estamos completamente envolvidos nessa trama de ação, suspense e romance.

Estou aguardando ansiosamente a continuação dessa série, que tem características perfeitas para uma boa série de tv, com elementos de gêneros variados desde ficção e mitologia, até política... E com uma pitada intensa de romance. Tudo isso interligado de forma perspicaz. 

Super indico! E para conhecer mais sobre a Mônica, é só acessar  >> Aqui <<

Obrigada +Wagner RMS, pela confiança na parceria e pela oportunidade de conhecer a Mônica, uma mulher poderosa e destemida... e que ao mesmo tempo pode parecer frágil, quando trata-se  de #coração.

"- Mas... Minha compulsão maior... - Eu quero que seja você."

Mônica no Skoob

Essa é a minha primeira resenha para o #SETEMBROPOLICIAL, e se você ainda não sabe do que se trata a #, é só dá uma olhada  >> Aqui <<

E para participar do sorteio super especial do Kit da Agatha Christie, é só dá uma olhada nas regrinhas e ver o link do formulário de inscrição >> Aqui <<


Mônica - Livro 1 do #SETEMBROPOLICIAL

Mércia Machado